Projeto Leitura e Relaxamento

Você sabia que todas as segundas-feiras, no final da tarde, existe um espaço na UFSC para relaxar fazendo yoga ao som de um poema sendo recitado? Este é o Projeto Leitura e Relaxamento, criado pela mestranda Carla Sousa, da pós-graduação em Ciência da Informação.

Yoga e biblioterapia-Foto-Henrique-Almeida-15
Foto: Henrique Almeida – Agecom/UFSC

A área de estudo de Carla é a Biblioterapia, ou Leitura Terapêutica, e o objetivo do projeto é oferecer um momento de pausa na loucura diária. Como nos exercícios próprios do yoga as pessoas já se encontram relaxadas e já focaram em sua respiração, corpo e sua mente, a biblioterapia pode auxiliar nesse momento:  “num estado de relaxamento e concentração as pessoas vivenciam melhor as histórias e a partir daí podem receber os benefícios que elas possuem de fazer, dentre os quais está a introspecção. As histórias sempre acabam levando as pessoas a refletirem sobre elas mesmas e suas atitudes.”

Primeiro são feitos exercícios de relaxamento e respiração, e em seguida exercícios corporais. A leitura é a última parte do encontro, quando os participantes se deitam em colchonetes. O trabalho é realizado com textos curtos, como poemas e contos, que sejam envolventes e cheios de metáforas, mas também acessíveis a todos. “É um trabalho de escolha delicado porque não é qualquer história que vai proporcionar os benefícios da biblioterapia”, explica a mestranda.

Ao fim da sessão, os participantes compartilham suas experiências:

Por si só, o diálogo é terapêutico porque a pessoa percebe que não está sozinha no mundo. Percebe que muitas vezes o que sente, e que foi despertado pela história, também foi sentido pelo colega. Além disso, o fato das pessoas se expressarem também acaba tirando um peso que ela carrega. Mas nos encontros essa fala é sempre muito livre. Ninguém é obrigado a falar sobre suas impressões. Aconteceram muitos encontros em que ninguém falou ao final. E isso também é válido. Porque de alguma forma o processo de introspecção a partir da história aconteceu e continua acontecendo mesmo quando a pessoa vai pra casa.

Carla nos conta que alguns participantes nunca faltam, e sempre há aqueles que dizem estar mais tranquilos no seu dia-a-dia, prestam mais atenção à respiração, e fazem melhor suas atividades cotidianas controlando a concentração. Eles acabam levando para a vida o que aprendem nos encontros.

GOSTOU? Os encontros acontecem das 17h20 às 18h30, e são abertos a qualquer pessoa que se interesse em participar. São gratuitos e não é necessário fazer inscrição.

Mas corra! Dia 03 de julho é a última sessão do semestre, pois a universidade entrará em férias, e o projeto deve ser retomado em agosto.

Local: Espaço do Corpo, Bloco A do Centro de Educação (CED)

Anúncios